breadcrumbs-bg

PEAD e PVC: Conheça as principais diferenças na hora da impermeabilização

PEAD e PVC: Conheça as principais diferenças na hora da impermeabilização

PEAD e PVC

PEAD e PVC. Dois materiais importantes na hora de falar sobre impermeabilização.

Impermeabilizar significa aplicar técnica que consiste na aplicação de produtos com especificidade definida.

E que tem por objetivo a proteção de diversas áreas contra infiltrações, umidade, e outros tipos de  adversidades que envolvam líquidos. 

Quando falamos em obras, impermeabilização é um termo obrigatório, no entanto, não se pode escolher qualquer impermeabilizante. 

A escolha correta do material é que dará qualidade e durabilidade satisfatória ao projeto que vai ser desenvolvido. 

Para tanto, é extremamente necessário o planejamento e a escolha da técnica a ser utilizada.

Mesmo porque, isso vai ser importante, pois essa escolha a usar depende do tipo de estrutura sobre a qual esses fatores serão aplicados.

Em projetos como: reservatórios diretamente no solo ou em alvenaria, lajes, paredes de contenção entre outras áreas propensas à umidade e infiltrações.

Além disso, a ausência de impermeabilização pode causar danos como descolamento dos pisos e azulejos, rachaduras e absorção do solo e contaminação do mesmo (em casos de reservatórios), desmoronamento de terra, e etc. 

A impermeabilização é uma barreira física para que a água não arruíne sua construção.

Existem diversas empresas no mercado oferecendo soluções em impermeabilização, no entanto, você precisa saber qual é o produto mais indicado para ser aplicado no seu projeto.

Diante disso, nós fizemos esse artigo para você comprar a utilização das geomembranas mais utilizadas – PEAD e PVC, para tirar suas dúvidas.

Continue acompanhando.

 

PEAD e PVC – Quais as diferenças

 

A Geomembrana PEAD (Polietileno de Alta Densidade) é formada pela polimerização de compostos que contém uma adesão não saturada entre dois átomos de carbono. 

Sua instalação é feita somente no local da obra com máquina de solda quente.

Formulado para garantir imunidade dos ataques químicos de soluções ácidas, bases e sais, além de serem insolúveis em solventes orgânicos e químicos.

Ela é fornecida nas espessuras em diversas espessuras que vão de 0,8 mm até 2 mm.

Já a Geomembrana PVC (Policloreto de Vinila) é flexível e se destaca por sua elasticidade, sendo utilizada em diversas obras de construção. 

É instalado com rapidez e praticidade, o que resulta na queda do custo de mão de obra e equipamentos através do ganho de tempo na instalação. 

A Geomembrana de PVC é soldada com ar quente para que a emenda se torne permanente e dificilmente é rompida. 

Geralmente, a Geomembrana Policloreto de Vinila é fornecida nas espessuras de 0,42 mm, 0,80 mm e 1 mm.

Em resumo, essas são as principais diferenças entre as geomembranas em PEAD e PVC.

 

Manutenção do PEAD e PVC

 

Como todo produto, as geomembranas de PVC e PEAD também têm garantia e vida útil. 

Há fatores que reduzem a durabilidade do material, se manuseado de forma incorreta.

É chegada à hora de fazer a manutenção, e qual é mais viável? 

Uma das principais vantagens do PVC é a simplicidade da manutenção. 

Não é necessária a mobilização de técnicos e equipamentos. Ela pode ser reparada no local com retalho e cola específica.

Já no PEAD de manutenção mais complexa, qualquer centímetro se faz necessário mobilizar técnico e equipamentos.

Isso porque a solda deve ser feita somente no local através de extrusão. 

O clima frio e chuva também influencia nesse caso, uma vez que a solda é de temperatura elevada.

 

Aplicação do PEAD e PVC

 

No caso das geomembranas em PVC, é o resultado de uma fusão de materiais pelo processo de calandragem.

Isso permite que ela apresente excelentes características de flexibilidade e resistência aos raios UV.

Além disso, resistência a inchaços, apodrecimento e envelhecimento.

Por tratar-se de um sistema não aderido, oferece maior confiabilidade quando a estrutura a ser impermeabilizada.

Isso porque o sistema apresentado possui boa parte da membrana solta da estrutura.

Ou seja, caso a mesma sofra algum tipo de movimentação e venha sofrer danos, esse esforço não será transmitido à geomembrana de PVC. 

Portanto, o sistema de impermeabilização continuará íntegro, garantindo a estanqueidade da estrutura.

Após a aplicação da camada geotêxtil será posicionada a manta de PVC com transpasse de 10 cm entre os rolos.

Após isso, deve-se fixar a manta nos perfis colaminados (chapas e aço galvanizado banhadas com PVC).

Tanto a temperatura quanto a velocidade de solda devem e podem ser ajustadas no local.

Desde que acordo com as condições externas para obter-se uma perfeita fixação.

Nas bordas a manta será selada através da instalação de um perfil de aço galvanizado recoberto com uma película de PVC.

Sob este perfil será aplicado primeiramente o selante à base de poliuretano modificado MC FLEX 488, e posteriormente mesmo será fixado na borda da parede.

Entretanto, em alguns casos onde haja pressão hidrostática, além do procedimento descrito.

O perfil será ainda fixado através de parafusos com a bucha a cada 25 cm.

O processo de fixação descrito refere-se a um padrão para manta de PVC, as fixações serão desenvolvidas de acordo com cada projeto.

 

Aplicação do PEAD

 

A instalação da geomembrana não tem grandes complicações, mas exige certos cuidados, sobretudo, como equipamentos e práticas específicas. 

É necessário  considerar o horário de instalação, uma vez que a dilatação térmica distende a membrana durante o dia e retrai durante a noite.

É imprescindível que se apliquem diversos testes e ensaios e durante e após a alocação da barreira.

Isso vai  assegurar a estanqueidade e a durabilidade do sistema. 

Uma vez verificada, a geomembrana está pronta para funcionar, ou seja, sem que sejam necessários outros tratamentos especiais.

Cabe ressaltar que a geomembrana não é indicada para fazer a impermeabilização.

Sobretudo, de tanques de combustíveis e outros componentes altamente agressivos.

 

PEAD e PVC: Vantagens do PEAD sobre o PVC na instalação de tubos

 

A utilização de tubos PEAD para adução e distribuição de água cresce a cada dia, isso porque os tubos PEAD apresentam algumas vantagens.

Devido às suas excepcionais características, os tubos em PEAD são montados com juntas mecânicas rosqueáveis e anel de vedação.

Isso porque não se utiliza uma gota de cola em toda montagem da rede, eliminando em até 100% a possibilidade de vazamentos.

No PVC convencional, a montagem é feita através de adesivo (cola) de 6 em 6 metros.

Além disso, a fácil acomodação dos tubos em PEAD às mais variadas superfícies de terreno.

Além de áreas que exijam instalação em ângulo de até 90º dispensa o uso de conexões e emendas.

Isso não ocorre no PVC convencional, que exige conexões e emendas em situações muito menos críticas, provocando grande perda de carga. 

Os tubos em PEAD são embalados em rolos contínuos de até 200 metros sem emendas.

Já no PVC convencional, ocorrem emendas a cada 6 metros.

 

Resistência, leveza e flexibilidade

 

As características dos tubos em PEAD os tornam altamente resistentes a impactos (inquebráveis), sobretudo, garantindo assim total confiabilidade nas instalações. 

Entretanto, já quando utiliza-se PVC convencional é praticamente impossível constatar ruptura por impacto ou manuseio sem que a rede esteja ligada.

A maior flexibilidade dos tubos em PEAD reduz consideravelmente os danos causado pelo golpe de aríete.

Isso o que não ocorre com o PVC convencional, que é rígido e tem seu ponto de fadiga a cada 6 metros, nas emendas.

O custo final da obra se torna consideravelmente menor pela facilidade de montagem da obra e redução de emendas.

Com isso, o tempo gasto na obra é bem menor e a mão de obra envolvida também.

 

PVC e PEAD no mercado

 

A procura por geomembranas e outros materiais geossintéticos tem aumentado no mercado. 

Além de oferecerem uma ótima relação custo-benefício, elas geram economia ao empreendedor.

Isso porque reduzem o uso dos recursos naturais e diminuem os gastos com transporte e instalação.

Além disso, elas são ecologicamente corretas e contribuem para a conservação do meio ambiente.

Esse fator é que todo produtor visionário deve considerar, tanto por questões éticas e, sobretudo, legislativas.

Ademais, empresas e fazendas sustentáveis e que demonstram responsabilidade ambiental estão sendo cada vez mais valorizadas no mercado.

As membranas sintéticas são materiais desenvolvidos com tecnologia de ponta para solucionar diversos problemas.

Além de melhorar a relação das pessoas e seus projetos com a sociedade e o meio ambiente. 

Para alcançar os melhores resultados e o alto desempenho dos empreendimentos, é sempre fundamental ter conhecimentos sólidos sobre os materiais e os processos envolvidos na obra.

 

A Geomembrana Nordeste é especialista na aplicação da Geomembrana

 

A Geomembrana Nordeste atua na área de impermeabilizações, revestimentos e das mais diversas obras geotécnicas e ambientais. 

A empresa conta com ampla experiência de seu sócio-diretor que atua na área há mais de 22 (vinte e dois) anos e busca pelo contínuo aperfeiçoamento de seus técnicos e colaboradores. 

Destaca-se no mercado pelos seus serviços de aplicação prestados em território nacional e principalmente pela qualidade e excelência no atendimento.

A empresa possui mão de obra especializada e estruturada para aplicação e comercialização da geomembrana PEAD, geocomposto drenante, geotêxtil tecido, geocélula, perfil PEAD, grelhas para controle de erosão, georrede, tubo liso PEAD, tubo dreno em PEAD, fio de solda em PEAD e soldas de tubos PEAD, tudo para as mais variáveis obras que necessitarem destes materiais.

Conheça mais acessando nosso site.

 

Posts relacionados

Somos especializados na comercialização e instalação de produtos geossintéticos.

Saiba Mais